quinta-feira, 14 de outubro de 2010

Hóspede

.
Infelizmente, eu não vou poder ficar com a... Bem, ela ainda não tem nome. No feriado do dia 12, eu encontrei esse filhote frajolinha se escondendo debaixo dos carros perto do meu prédio e o trouxe para casa.
.
Comprei tigelas para água e comida, ração para filhote, granulado sanitário e caixa de areia. Improvisei uma cama com alguns paninhos, mas ela gostou mesmo foi da minha! (rs) Eu avisei que seria só por alguns dias, mas ela continuou à vontade e me olhou como se dissesse: "Sei..."

Ela deve ter uns 4 meses. É uma fofura, super brincalhona, não deu um pingo de trabalho no banho e já sabe usar o "banheiro". Se eu tivesse mais espaço e mais tempo, não pensaria duas vezes em adotá-la. Por sorte, uma colega minha aceitou ficar com ela e, no sábado, a levará para a sua nova casa.


Para os que têm interesse em oferecer um lar temporário - como eu fiz - ou adotar, há várias instituições que cuidam tanto de filhotes quanto de gatos e cães adultos. Para os que não têm condições de fazê-lo, mas ficam indignados com situações de abandono e maus tratos, existe, além das doações, a possibilidade do apadrinhamento.

Visitem os sites a seguir e divulguem entre os seus amigos: ProAnima e Sociedade Humanitária Brasileira (ambas de Brasília), Adote um Gatinho e SUIPA.
.

3 comentários:

Cecilia e Helena disse...

Ai, que frajolinha linda!!!
Helena

Andréa disse...

Oi, Helena. Tudo bem?
Eu entreguei a gatinha hoje à tarde e já estou com saudades dela. Mas com o coração leve por tê-la recebido aqui até que encontrasse um lar seguro e onde receberá muito carinho.
Um beijo,
Andréa.

Fabiana e Mariana disse...

Déa! Que lindinha! Eu sei como vc é apaixonada pelos bichanos. Deve ter sido difícil mesmo ter que abrir mão dela. Mas que bom que ela será bem cuidada agora. Eu sofro bastante por não poder adotar mais. A Moleca já é a rainha da casa, rsss.
Bjos. E logo, logo vc vem ver ela, né?